Qual a diferença entre Testamento, Doação e Usufruto

O futuro dos bens de uma pessoa e a garantia da sobrevivência e conforto de seus familiares faz parte da preocupação de muitos clientes dos escritórios de advocacia. Por isso mesmo, é comum que existam dúvidas a respeito da diferença entre testamento, doação e usufruto.

Cada uma dessas soluções é indicada para casos específicos e, por isso, é muito importante conhecê-las a fundo e entender qual atende melhor a sua necessidade, é concluído em menor tempo, dispensa burocracias, etc.

Como funciona um testamento e para quem é indicado?

O testamento é um documento deixado, por escrito, destinando seus bens a determinadas pessoas ou instituições após o falecimento de alguém.  Por meio dele, o testador indica como quer que seu inventário seja feito, porém não exclui a necessidade de um inventário dos bens.

Para quem possui herdeiros necessários (descendentes, ascendentes ou cônjuge), o testamento só pode versar sobre 50% do seu patrimônio, devendo o restante seguir a forma prevista em lei, ou seja: todos os filhos, sem exceção, têm os mesmos direitos. O que pode acontecer é um filho ou mais receberem uma parte maior que os demais (desde que respeitados os 50% que têm que ser divididos em partes iguais entre eles).

Como funciona uma doação?

A doação tem o objetivo de transferir, ainda em vida, bens dos doadores para donatários, resolvendo eventuais pendências ainda em vida, o que dispensaria a necessidade de inventário após a morte dessa pessoa. A doação, portanto, pressupõe que o doador está antecipando o que caberia aos herdeiros no momento do seu falecimento.

Vale destacar que as premissas consideradas no testamento, de que todos os herdeiros têm o mesmo direito sobre pelo menos 50% do patrimônio, também valem para casos de doação.

O que é usufruto e como ele pode ser feito

Usufruto é o direito de poder usufruir dos benefícios que um bem pode trazer, seja para alugar, morar, divertir-se, etc. Ele pode ter um prazo determinado ou ser vitalício, ou seja, vale enquanto viverem os usufrutuários.

O usufruto é recomendado para quem não deseja ter patrimônio, mas precisa de garantias para renda e sobrevivência até o falecimento. Há casos, inclusive, em que a doação pode ser feita junto com o usufruto.

Faça testamento, doações ou usufruto com a RL Santucci

Somos especialistas em Direito Familiar. Por isso, contamos com uma equipe de profissionais que podem simplificar e organizar processos de testamentos, doações ou usufruto – tudo considerando suas necessidades e os detalhes de cada caso. Fale conosco e conheça melhor o nosso trabalho!


Deixe um comentário